Envie uma mensagem
Chat
online
Fale com um consultor
Fale via whatsapp
BLOG

Veja as principais leis do mercado imobiliário que você deve conhecer

29/10/2018

Se você já sabe ou está procurando entender quão vantajoso é investir em imóveis, então, precisa dominar as leis do mercado imobiliário. É por meio delas que os seus ganhos podem ser maiores, assim como torna-se viável também evitar erros desnecessários que bloqueiem o crescimento dos seus negócios.

Lidar com um investimento de alto custo, como a compra de imóveis, não é brincadeira. Por isso, conhecer os eixos norteadores desse processo se torna tão primordial. Continue lendo e aprenda com as informações que apresentaremos a seguir.

A necessidade de ser lucrativo

Lembre-se: investir em imóveis deve ser lucrativo, se não for, não pode ser chamado de investimento, mas, sim, de gasto. Por isso, independentemente de todos os custos que você tenha com a burocracia envolvida, a construção de uma propriedade em um terreno e tantas outras situações que exigirão capital, na soma final, esse saldo não pode ser negativo.

Não faz sentido entrar para o ramo imobiliário se não for para lucrar. Lide com esse fato com seriedade e coloque tudo na ponta do lápis. Pesquise bastante sobre as movimentações que fará para conquistar os lucros que deseja e tome decisões de forma acertada. Só assim, será possível manter-se lucrativo. Pense nisso.

A compreensão de que o investimento deve ser feito com a cabeça

Dando continuidade ao que apresentávamos acima, chegamos a uma inevitável conclusão: o investimento deve ser feito com a cabeça. Você não vai morar naquele imóvel, não vai trabalhar nele, e tampouco a propriedade servirá de moradia ou escritório para seus familiares.

Tal bem será objeto de lucro, portanto, não deve envolver o coração na sua decisão, mas ser apenas um meio para o seu fim como investidor. Não confunda as coisas e, assim, você não perderá tempo ou dinheiro ao dedicar forças ao mercado imobiliário.

Imagine, por exemplo, que você decida comprar alguns flats em um bairro simples da sua cidade, em um local próximo a uma universidade, por exemplo. Você pode não gostar desse tipo de imóvel e nem da região em que ele está localizado, porém, é o tipo de acomodação que poderá agradar muitos jovens que buscam morar perto do local de estudo e é isso que importa. Saiba enxergar as oportunidades de forma racional e, então, poderá se sair bem ao investir em imóveis.

O entendimento de que a alavancagem do capital é importantíssima

Quando o assunto é atuar no mercado imobiliário, fazer tudo o que se quer apenas com capital próprio pode ser bastante complicado, não é mesmo? A técnica de alavancar capital consiste em realizar empréstimos, comprar ativos e valer-se de derivativos para criar as condições de investimento, o que é importantíssimo.

Se você estudou bem as condições do imóvel em que investirá e os lucros que poderá obter dentro de um determinado período, então, sabe que aquele dinheiro que utilizou de terceiros poderá ser pago com a própria venda da propriedade a ser construída.

Obviamente, tal estratégia só pode dar certo se você realmente souber o que está fazendo, e é aí que entra a necessidade de encontrar bons parceiros para formar uma equipe consistente de negócios. Vamos falar disso a seguir. Confira!

A relevância de encontrar bons parceiros

O mercado imobiliário envolve conhecimentos diversos, que passam por leis, entendimento da dinâmica do próprio mercado, rede de contatos com proprietários de imóveis, investidores e corretores, finanças, engenharia e tantas outras questões que poderiam ser citadas aqui.

O mais provável é que você não domine todos esses conhecimentos, não é mesmo? Até porque, dificilmente, você encontrará alguém que seja capaz disso, já que são áreas bastante distintas que se entrecruzam no mercado de imóveis. Por isso, encontrar bons parceiros se torna essencial, e alguns deles são:

  • outros investidores com foco em imóveis diferentes dos seus, mas que complementem seu interesse (ex.: você investe em imóveis urbanos, e eles, nos rurais);
  • um advogado que esteja de prontidão para prestar esclarecimentos e, até mesmo, intervir em qualquer problema que possa aparecer;
  • uma imobiliária ou um corretor de confiança que sejam capazes de ampliar os seus contatos e a divulgação dos seus imóveis;
  • um gestor ou um contabilista que cuidem das finanças e burocracias envolvidas no processo de compra e venda de imóveis.

Dividindo o trabalho, tudo fica mais fácil e eficiente, já que você não se sobrecarrega e pode focar nos pontos que domina. O mesmo acontece para os demais e a máxima de que “a união faz a força” se concretiza. Enxergue a importância disso e não subestime o poder que boas parcerias trazem aos negócios.

A essencialidade de entender o negócio em que está envolvido

Conte com uma equipe, mas não se redima completamente da responsabilidade de conhecer todas as etapas. Isso evita que você seja surpreendido por um resultado desagradável por não estar ciente de como as coisas realmente funcionam. Por isso, há uma grande diferença entre delegar funções e simplesmente colocar algo que você devia ter cuidado na mão de outra pessoa.

O fato de dividir o trabalho envolvido no investimento imobiliário entre diferentes pessoas não significa que cada uma delas trabalhará isoladamente. A união faz a força justamente por envolver mentes individuais atuando a favor de um interesse em comum. Tenha clareza sobre isso e tudo poderá sair bem.

A percepção de que construir pode ser mais lucrativo

Quem constrói e vende um imóvel pronto objetiva lucro. Quando você compra um bem já pronto para morar ou ser revendido, não está pagando apenas pelo custo, mas também pelo adicional incluído pelo vendedor para obter lucro naquela construção. Assim sendo, pense que você também pode construir e ver um retorno significativo quando aquele empreendimento estiver pronto.

Por mais que haja o custo de compra do terreno, material de construção, pagamento dos trabalhadores na obra e demais questões, isso sai muito mais barato e traz um lucro muito maior do que a compra ou revenda de algo já pronto. Essa é uma lei importante que vale tanto para os pequenos quanto para os grandes investidores.

Como você pôde ver, é completamente possível obter sucesso no mundo dos imóveis. Basta se cercar das informações corretas e manter-se atualizado sobre o que é preciso ser feito para lograr tal objetivo. Por meio das principais diretrizes apresentadas neste post, você consegue fazer isso e trazer lucratividade para os seus negócios.

Se gostou de conhecer as principais leis do mercado imobiliário, aproveite para curtir nossa página no Facebook e continuar por dentro do nosso conteúdo.