Envie uma mensagem
Chat
online
Fale com um consultor
Fale via whatsapp
BLOG

Como descobrir seu perfil de investidor e fazer bons investimentos?

22/11/2018

Se você vem estudando a forma mais eficiente de aplicar seu dinheiro mas ainda não obteve clareza sobre isso, descobrir seu perfil de investidor é primordial para fazer bons investimentos.

Caso não saiba, existem algumas formas típicas de alocar os seus recursos, e o próprio mercado financeiro as utiliza no momento de avaliar o seu perfil e oferecer as possibilidades existentes.

Nesse post, você entenderá tudo isso melhor e estará mais preparado para agir de forma acertada com os seus investimentos.

Você sabe em qual perfil de investidor melhor se adequa?

O mercado trabalha com três terminologias principais para investidores, sendo elas: arrojado, moderado e conservador. Alguns bancos e agências de custódia expandem esse conceito para cinco, incluindo ainda os perfis agressivo (acima de arrojado) e balanceado (entre arrojado e moderado).

No próximo tópico, iremos destrinchar melhor esses perfis, mas antes, é necessário saber como lidar com os recursos que tem. Você entende bem em qual momento da vida está e qual seria a melhor forma de assumir os riscos envolvidos em um investimento? Compreende que existem investimentos de curto, médio e longo prazo e cada um deles pode apresentar características, rendimentos e riscos diferentes?

Começar se fazendo essas perguntas e identificando as melhores respostas para elas, permite que você dê o próximo passo, que é descobrir qual o seu perfil de investidor. Assim, perceberá que as possibilidades que o mercado financeiro oferece são diversas.

Permitem que pessoas com um capital limitado, até aquelas com recursos mais significativos possam se beneficiar, desde que realmente saibam o que estão fazendo. Prossiga com a leitura para continuar aprendendo.

Conhece os principais perfis de investidor existentes?

Conforme adiantamos, existem três tipos principais de perfis de investidor. Eles são utilizados amplamente pelo mercado para identificar as características da pessoa interessada em realizar uma aplicação.

A regulação CVM 539 veio ajudar nesse processo determinando que, bancos e agências de custódia ajudem o cliente a entender qual o melhor tipo de investimento para ele, e quais os riscos envolvidos. A fim de padronizar essa questão, foram então criadas essas três formas centrais de identificação. Vamos explicá-las melhor logo abaixo, confira.

Arrojado

Como o próprio nome sugere, o perfil arrojado se caracteriza pela disponibilidade em assumir riscos maiores para ganhos igualmente mais expressivos. Para isso o investidor deve ter um capital maior disponível e pulverizar as suas aplicações para não ficar à mercê apenas de um investimento que pode dar muito certo ou muito errado.

No momento em que a instituição financeira faz a avaliação do seu perfil de acordo com o seu momento de vida, profissão e renda disponível fica fácil identificar se você se encaixa nesse tipo ou não.

Moderado

O tipo moderado não quer arriscar tanto quanto o arrojado, mas certamente quer alçar voos mais altos que o perfil conservador. Ou seja, ele sabe que se ficar sempre nos investimentos mais seguros não terá os ganhos maiores que deseja, mas se arriscar demais pode também se complicar sem realmente poder arcar com isso.

Assim não fica preso às modalidades mais fechadas de renda fixa e pode optar por alternativas híbridas que acompanhem as flutuações do mercado. É um perfil interessante para quem ainda não se sente preparado para o arrojado.

Conservador

O perfil conservador prefere rendimentos previsíveis, garantidos pelos fundos de renda fixa pré-fixados que trarão como retorno exatamente aquilo que foi acordado no momento do contrato.

Prefere ganhos menores, seguros e de curto prazo do que se jogar em oportunidades que não sabe ao certo no que vai dar. Muitas pessoas que estão iniciando em investimento preferem ir por esse caminho a fim de ir percebendo aos poucos como o mercado financeiro funciona.

Tem conhecimento sobre principais dicas para cada tipo de investidor?

Cada investimento possui características distintas que justificam as escolhas dos investidores de cada perfil. Isso vai desde os próprios fundos e papéis que serão comprados, até os prazos para obter os rendimentos e demais questões envolvidas.

Investimentos para perfil conservador

Os investimentos de baixo risco que são o foco principal do perfil conservador são de curto prazo pois geralmente atendem apenas a objetivos específicos como gerar uma reserva de emergência para investir em um imóvel, realizar a compra de um automóvel ou mesmo fazer uma viagem.

Os principais tipos de investimento de baixo risco são o Tesouro Selic, Certificado de Depósito Bancário (CDB), Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) e Letra de Crédito Imobiliário (LCI).

Investimentos para perfil moderado

Para o perfil moderado, as principais aplicações são os Fundos Imobiliários (FIIs), Debêntures, Fundos Multimercados e as letras citadas no baixo risco, desde que na modalidade pós-fixada, pois abrem espaço para as flutuações do mercado financeiro atreladas à variáveis como o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), por exemplo.

O equilíbrio entre prazo, rentabilidade e liquidez faz dessas aplicações um bom meio termo entre o ganho rápido do baixo risco e o período maior dos investimentos para perfil arrojado.

Investimentos para perfil arrojado

Os fundos cambiais e sua imprevisibilidade em seus rendimentos são as principais aplicações para o perfil arrojado. O motivo disso é que estão sujeitos às flutuações da moeda estrangeira como o dólar, exigindo do investidor um conhecimento mais aprofundado da dinâmica do mercado e de como pode obter ganhos com isso.

Em momentos de instabilidade política e econômica, esse risco pode ser maior por não sabermos exatamente o rumo que as coisas tomarão. Todavia, quando o dinheiro é bem aplicado nesse tipo de investimento, os ganhos não são pequenos desde que você esteja disposto a alocar os seus recursos por longo prazo, que é o período mais comum para aplicações arrojadas.

Como pode ver, descobrir qual tipo de investimento melhor atende os seus interesses e em qual perfil você se encaixa é o caminho certo para obter resultados positivos. Por meio das informações dadas nesse post você será capaz de fazer isso e agir de forma acertada. Aproveite bem tudo o que foi apresentado para alcançar isso.

Se gostou de descobrir qual o seu perfil de investidor e como fazer bons investimentos, aproveite para nos seguir nas redes sociais e continuar por dentro do nosso conteúdo. Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter e Youtube.