Envie uma mensagem
Chat
online
Fale com um consultor
Fale via whatsapp
BLOG

Veja aqui como é feito o cálculo do preço médio de aluguel

12/03/2019

Quando o assunto é descobrir como é feito o cálculo do preço médio de aluguel, muitas dúvidas podem surgir, não é mesmo? Afinal, fazer a boa gestão da sua propriedade é essencial para evitar que ela fique encalhada por conta de um preço alto demais ou subvalorizada por uma quantia muito baixa.

Muitas vezes no desejo de melhorar os rendimentos com imóveis alguns proprietários tendem a colocar preços incompatíveis com o mercado e acabam tendo dificuldade em encontrar inquilinos. O contrário também pode acontecer valorizando pouco o que tem e comprometendo a renda angariada com o aluguel.

Neste post, você vai descobrir os principais critérios para realizar isso da melhor forma e garantir que os resultados obtidos na oferta de aluguel sejam os melhores. Se quer aprender como é feito o cálculo do preço, continue lendo e aprenda com as informações a seguir.

Valor do imóvel

Por muito tempo, vigorou informalmente no mercado imobiliário a ideia de que o preço médio do aluguel deveria valer 1% do total do imóvel. Porém, com a mudança do próprio mercado e as várias oscilações na economia do país, esse parâmetro generalista passou a não ser mais tão eficiente.

Considere que atualmente a facilidade para encontrar propriedades diversas com diferentes faixas de preço é extremamente fácil por meio da internet. Só isso já faz com que o mercado tenha uma dinâmica completamente diferente de alguns anos atrás, tornando-se mais competitivo e com valores que visam atender esse novo consumidor.

Tanto é que hoje o preço médio tem uma grande variação que pode ir de 0,5% a 1% do valor total do imóvel. No caso de habitações com dois quartos ou mais, essa média fica próxima dos 0,75%. É importante você entender essas nuances a fim de ajustar o preço de forma equilibrada.

Situação do mercado imobiliário

Os preços de aluguel nos últimos anos realmente caíram. A economia brasileira ainda não retomou completamente o crescimento a ponto de impactar positivamente a oferta por parte dos locatários, por isso o desafio de encontrar o equilíbrio na definição dos valores é importante nesse processo.

Entender a situação do mercado imobiliário atual é primordial para não se criar expectativas errôneas sobre os valores a serem praticados e encontrar dificuldade na hora de alugar o seu imóvel. Compreendendo esse contexto fica mais fácil ajustar preços e oferecer algo que despertará a atenção de possíveis interessados.

Uma boa forma de ter uma noção de realizar isso e chegar a um preço equilibrado é avaliar o mercado na região do seu imóvel. Algumas perguntas que podem te guiar em meio a isso são:

  • quais são os valores existentes para propriedades similares à sua?
  • de que forma você poderia adequar o montante a ser pago pelo aluguel do seu imóvel a fim de tornar competitiva a sua oferta?
  • existem algumas vantagens que você pode oferecer, como mobiliar a propriedade, para facilitar a chegada do inquilino?
  • no caso de você vender o imóvel, quais seriam os maiores benefícios ao comprador caso adquira a propriedade?

Essas são algumas perguntas que podem auxiliar nesse processo e que deixarão mais claro como se adequar ao mercado e gerar bons frutos a partir disso.

Localização

Certos imóveis oferecem diversas facilidades a quem vai morar neles e que não têm a ver exatamente com a estrutura interna ou do condomínio do qual fazem parte. Esse quesito é nada mais que sua localização.

Se está próximo a parques e demais áreas públicas de lazer, ruas seguras e arborizadas com pistas de cooper, perto de estações de metrô, fácil acesso ao transporte público e demais aspectos do entorno que são vantajosos, isso impacta diretamente no preço.

Considere ainda que mesmo que essas vantagens não estejam exatamente dentro do bairro no qual a sua propriedade está, mas se encontram em logradouros vizinhos, continua sendo um benefício. Bairros que estão a poucos quilômetros do centro, por exemplo, são um dos casos em que isso se aplica. A proximidade a hospitais, escolas, postos de saúde e demais serviços essenciais são outro ponto de destaque nesse aspecto.

Da mesma forma, locais mais distantes e com menos facilidades também terão o valor de aluguel influenciado por isso e, no caso, para baixo. Fique atento a esses detalhes e procure ver de que forma eles se relacionam com o seu imóvel.

Idade do imóvel

Esse é outro tópico que não pode passar batido, pois hoje são muitos os lançamentos voltados aos mais diferentes perfis de compradores e que fazem com que imóveis mais antigos se tornem obsoletos em uma velocidade maior do que alguns anos atrás. Hoje existem moradias automatizadas, por exemplo, algo que até pouco tempo atrás seria uma exceção no mercado brasileiro.

Considere ainda uma questão mais simples: quanto mais antigo o imóvel mais poderá passar por reformas e manutenções para funcionar devidamente e poder abrigar o inquilino. Isso pode ser desvantajoso tanto para você quanto para ele, pois deverão lidar com esse fato no momento da negociação, fazendo com que o preço caia.

Imóveis mais novos têm uma longevidade maior no mercado e quão mais bem equipados forem tanto internamente quanto externamente em quesitos como segurança, área de lazer no condomínio e demais questões que propiciem qualidade de vida ao morador, melhor será. Não é à toa que muitas pessoas que enxergam um imóvel como investimento têm se interessado cada vez mais nas propriedades de alto padrão.

Quantidade de dormitórios

Conforme adiantamos rapidamente em outro ponto deste post, a quantidade de dormitórios é algo que afeta o preço médio do aluguel. No caso, quanto mais cômodos disponíveis para essa finalidade maior o valor a ser ofertado.

Obviamente, você deve sempre pensar nos outros aspectos citados ao longo deste artigo a fim de definir um preço que seja competitivo no mercado e interessante a quem vai alugar o seu imóvel.

Como pode ver, é completamente possível encontrar critérios eficazes para estipular o melhor valor para sua propriedade quando o assunto é alugar. Agora que tem as informações certas para isso, aproveite para realizar isso de forma acertada.

Se gostou de saber como é feito o cálculo do preço médio de aluguel, aproveite para conhecer alguns cuidados na hora de comprar e vender imóveis.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER: