Envie uma mensagem
Chat
online
Fale com um consultor
Fale via whatsapp
BLOG

7 dicas para gerenciar imóveis alugados e aumentar sua lucratividade

24/01/2019

Conhecer 7 dicas para gerenciar imóveis alugados e aumentar sua lucratividade fará toda a diferença no momento de gerir as suas propriedades de forma exitosa. Afinal, por mais que imóveis sejam excelentes investimentos, eles exigem certas responsabilidades e cuidados para que possam ser usufruídos da melhor maneira.

Com os direcionamentos certos você conseguirá realizar isso e manter o dinheiro circulando em seu negócio. Se você quer saber mais, continue lendo e confira as dicas a seguir.

1. Fazer a manutenção do imóvel

Bom, antes de falarmos dos bastidores de uma boa gestão, vamos elucidar uma questão óbvia e inevitável: você precisa fazer a manutenção do imóvel, se quer atrair inquilinos e mantê-los interessados no que tem a oferecer.

Propriedades que parecem abandonadas ou mal cuidadas não são capazes de atingir tal objetivo, ainda mais em um período no qual a economia ainda não se recuperou totalmente e existem muitos imóveis disponíveis no mercado.

Por isso, procure se diferenciar oferecendo algo que realmente agrade aos olhos e aos interesses do futuro morador. Assim, conseguirá obter a lucratividade almejada por meio de seus investimentos imobiliários.

2. Manter os impostos e taxas em dia

Seja o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) ou as taxas de condomínio ligadas ao seu imóvel, você deve estar atento ao pagamento devido para que isso não atrapalhe a sua gestão. Atrasos poderão significar multas e isso impactará negativamente os lucros obtidos com sua propriedade.

Além do mais, dependendo da gravidade da falta de pagamento, seu imóvel poderá ficar até mesmo indisponível para aluguel, atrapalhando completamente os seus planos. O melhor a fazer é ser organizado e manter as contas em dia.

3. Organizar as datas de pagamento dos inquilinos

Se o objetivo é desenvolver uma gestão inteligente e competente, então não faça nada de cabeça. Utilize planilhas ou mesmo softwares de gestão imobiliária disponíveis na internet para facilitar a organização das datas de pagamento dos inquilinos. Isso trará não só mais segurança a você, mas também ao locatário, que saberá da sua seriedade com o momento de receber o devido pagamento.

Fazendo isso, as coisas fluem melhor para todos, sem deixar margens para mal entendidos e suposições. Tenha afinco com o dinheiro recebido pelo aluguel e acompanhe como estão os pagamentos.

4. Administrar o dinheiro recebido

Ok, agora que o dinheiro foi recebido é hora de utilizá-lo corretamente. Lembre-se de que uma parte deverá ser redirecionada à própria gestão dos imóveis, como pagamentos de imposto, taxas e manutenções necessárias para que esteja sempre em boas condições.

Por isso, você deverá calcular quanto gasta anualmente com esses tributos, a fim de fazer uma reserva com o dinheiro recebido, que será destinado para essas obrigações. Dessa forma, ficará mais fácil saber quanto do montante recebido deve ser direcionado para o próprio negócio e quanto pode ser utilizado para outras finalidades. Gerindo bem o dinheiro, o seu negócio poderá se manter e prosperar. Não subestime a importância disso.

5. Manter os documentos atualizados e agrupados

Quando falávamos em organizar as datas de recebimento do aluguel não era apenas para você focar no uso das planilhas e aplicativos de gestão e se dar por satisfeito. É crucial também que você tenha uma pasta na qual possa guardar o original e as cópias dessa documentação, a fim de evitar dores de cabeça mais à frente. 

Digamos, por exemplo, que um inquilino ainda não tenha pagado o aluguel, mas afirma ter feito o depósito a você no banco. Com os extratos organizados, você pode esclarecer essa questão de forma objetiva, sem entrar em desentendimentos desnecessários.

Isso também se estende ao pagamento do imposto e das taxas relativas aos seus imóveis. Mantendo tudo organizado, você consegue evitar diversos reveses.

6. Ficar atento aos reajustes e verificações

Anualmente, você pode reajustar o valor do aluguel de acordo com o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) lançado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Lembre-se de que esse detalhe deve constar em contrato justamente para evitar surpresas e desagrados no momento de realizar a nova cobrança.

Caso o inquilino deixe o imóvel, você deve realizar também uma vistoria a fim de verificar em quais condições a propriedade foi deixada. Caso hajam danos causados pelo morador, ele será o responsável pelos custos envolvidos no reparo daquele prejuízo. Todavia, se o imóvel apresentar desgastes que não foram de responsabilidade do inquilino, você deverá se responsabilizar pelos devidos ajustes.

Considere que todas essas questões devem constar previamente no contrato, pois é isso que garantirá que ambas as partes cumprirão com suas obrigações, independentemente de como enxerguem cada questão. Essa objetividade economiza tempo e dinheiro e traz maior eficiência à sua gestão.

7. Contar com a ajuda de uma imobiliária

Como você pode ver, não são poucos os pontos aos quais você deve estar atento para gerir seus imóveis corretamente. Por isso, contar com a ajuda de uma imobiliária pode facilitar imensamente o seu trabalho. Desde a parte jurídica, como a confecção do contrato, até a cobrança do aluguel, vistoria do imóvel e o encontro de pessoas interessadas na locação, as melhores imobiliárias podem lhe ajudar nisso sem dificuldade.

A razão disso é que todos esses atributos já fazem parte da rotina desses empreendimentos, que têm grande know-how e expertise em cada um dos aspectos envolvidos na locação e gestão imobiliária.

Dê preferências às empresas que atuem na região na qual o seu imóvel está localizado, a fim de que você possa recorrer a elas facilmente e também para ficar amparado por alguém que conheça bem aquele bairro. Afinal, isso determinará a precificação correta da sua propriedade e também na hora de “vender o peixe” do seu imóvel.

Agora que você tem as informações corretas sobre como deve lidar com as suas propriedades, aproveite para avançar na forma como tem lidado com seus imóveis. Você verá que os resultados atingidos serão melhores e impactarão positivamente suas finanças.

Se gostou de conhecer essas 7 dicas para gerenciar imóveis alugados e aumentar sua lucratividade, aproveite para nos seguir nas redes sociais e continuar por dentro do melhor conteúdo sobre o mercado imobiliário. Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e Youtube!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER: